Novo filme brasileiro: Uma história de amor e fúria

“Rio 2096: Uma história de amor e fúria”  é um novo filme brasileiro que saiu em 2013. O filme é independente e ganhou alguns prêmios já. É revolucionário na sua temática e na sua forma. É um filme de animação–raridade no cinema brasileiro, que critica e oferece uma versão diferente da história brasileira–a través do ponto de vista do indígena tupinambá. O herói vive por mais de 600 anos, dado uma potência de imortalidade, de renascer e lembrar suas vidas.  O contexto do filme é a mitologia tupi-guarani. O herói deve levar seu povo para a terra sem maldade. Essa missão, e o amor para Janaína, são as motivações do herói para continuar sua luta e vencer durante seis séculos.

O filme leva o espetador por vários momentos históricos do Brasil. Por exemplo, a exterminação dos indígenas tupinambá, a Balaiada no Maranhão, a criação do exercito brasileiro, a ditadura militar e até um futuro distópico em que uma empresa “Aquabrás” controla toda a agua da cidade do Rio de Janeiro . A cidade maravilhosa no filme, virou pesadelo obscuro, sem iluminação–figurativa ou literal. O Rio de Janeiro, desde seus inicios, descrito como um paraíso no litoral, cheio de natureza da Bahia de Guanabara e da floresta da Tijuca, é no ano 2096 uma cidade de concreto, podre, com um fraco Cristo Redentor de braço quebrado.

O filme é uma critica da história “oficial”, outra versão dela a través da perspectiva e mitologia indígena, mas também uma advertência. Provoca estas questões: Quais são os papéis da policia e das forças militares?  Por quanto tempo vamos desperdiçar os recursos naturais? Na realidade, quem governa? Recentemente tem falado que “o gigante acordou” no Brasil, indicado pelos protestos dos últimos meses. É “Uma historia de amor e fúria” uma resulta desta nova consciência, uma manifestação cinematográfica consequente,  ou outro grito de alerta?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s